Saltar para: Posts [1], Pesquisa e Arquivos [2]




O Poder do pensamento

por Viver os Sonhos, em 09.02.14

 

O maior instrumento de poder de que se tem notícia, se encontra dentro de nós: o nosso pensamento.
Como a eletricidade, o pensamento produz resultados de acordo com o uso que se faz dele.
O fato é que
estamos continuamente interagindo com o cosmos, emitindo e recebendo vibrações, e assim, criando as experiências que vivemos.
Ao tomar consciência do poder do pensamento, conquistamos a chave para abrir as portas que levam à realização dos nossos desejos mais profundos.
Depois de Einstein e da física qu
ântica, não há como negar que, em essência, SOMOS ENERGIA. É essa energia que se consubstancia na matéria, se transformando em corpo, mente, emoção.
Se temos bons pensamentos e nos mantemos em sintonia com as correntes vibratórias carregadas de energia positiva, tornamo-nos capazes de realizar as ações que nos levarão à felicidade.
Os pensamentos fazem-nos sentir emoções variadas. Essas emoções, por sua vez, influenciam a nossa mente, o nosso organismo e a nossa saúde, ajudando-nos a manter saudáveis e bem-dispostos, quando são positivas, dependendo do cuidado que temos com aquilo que abrigamos nas nossas mentes.
Assim, se queremos ter relacionamentos amorosos felizes, o primeiro cuidado a adotar é em relação aos nossos pensamentos.
A lei da sintonia, como toda a lei espiritual, pode não ser aceite ou compreendida, mas nem por isso deixa de produzir efeitos.
Assim como a gravid
ade atrai os corpos para o centro da Terra, os nossos pensamentos têm o poder de atrair para nós aquelas realidades que desejamos viver.
É necessário reconhecer as próprias qualidades e a potencialidade que trazemos dentro de nós e que nos torna capazes de crescer, aprender e avançar.
Só é possível dar aquilo que já se possui. Apenas quem é capaz de amar-se e de se valorizar pode amar e valorizar o outro.
O caminho para uma boa auto-estima está em cultivar bons pensamentos e ter em mente que eles são a nossa companhia mais constante.

 Temos a opção de escolher, a cada momento, o que guardamos nas nossas mentes.
Com atenção, esforço e responsabilidade é possível detetar um pensamento menos bom na sua origem, e substituí-lo por outro que irá produzir resultados positivos.
O universo funciona como um espelho e tudo aquilo que transmitimos, retorna para nós amplificado.

O Poder do Pensamento de Jael K.Coaracy


Queridos amigos, leitores do blog!

Deixo-lhes este texto para refletir sobre o poder dos pensamentos na nossa vida. Afinal cada um é o que pensa. Conheça-se através deles e mude a sua vida para melhor, se necessário. de técnicas de respiração e de manutenção de pensamentos positivos é possível acabar com o sofrimento ou outro tipo de sensação dolorosa. Não espera mais para mudar a sua vida para uma boa vibração.

A todos desejo um excelente domingo na paz do coração e da mente.

 

ISA

 

Blog- viverossonhos3.blogs.sapo.pt| Facebook Viver os Sonhos

 

Autoria e outros dados (tags, etc)


Cuidado com o que pensas!

por Viver os Sonhos, em 04.11.13
  Assim como pensares, assim serás. Dirige o foco de tua consciência às Verdades do espírito e elas virão até ti. Vives neste mundo, mas já não pertences a ele. O Amor é a força que te impele para cima. A Fé é o cajado que te ampara na caminhada... Entrega-te a teus impulsos internos e segue a bússola de teu coração. Firma teus olhos na luz de tua Alma que como farol te indica a direcção a seguir. Trabalha árdua e intensamente pelos teus irmãos, irradiando a luz de teu coração constantemente para que outras almas se abasteçam e consigam despertar em consciência. Assim, o foco de Luz em ti irá aumentar gradualmente até que a intensidade chegue ao ponto de envolver todas as consciências. Este é um trabalho dinâmico e silencioso."

                                                                                                         Mestre El Morya 

Beijinhos pensativos!

ISA

Autoria e outros dados (tags, etc)


Sofre de insónia?

por Viver os Sonhos, em 24.09.13
Um sono tranquilo é indicio de boa saúde geral e a qualidade de sono a que uma pessoa está habituada indica o estado de bem estar a que a pessoa está habituada.
As pessoas felizes, satisfeitas e carinhosas raramente sofrem de insónia. As pessoas dominadas por um sentimento de culpa, ansiedade e infelicidade sofrem dela habitualmente. Não precisamos do auxílio da ciência para verificar esta facto, conhecido de todos através dos tempos.
As crianças dormem bem porque são inocentes. Se esperarmos abordar com sucesso os problemas do sono nos adultos, necessitamos de começar pelos padrões de pensamento não inocentes que interferem com o que deve ser completamente automático e livre de preocupação. Bem fundo na nossa mente, na fonte do pensamento, encontraremos as respostas.

Dr. Deepak Chopra, Criando Saúde

Para todos os que sofrem de insónia sabem bem o quanto é difícil controlar esta situação. Por vezes doses industriais de stress deposita-se na nossa mente o que faz disparar algumas substâncias químicas capazes de arrasar com o sono de qualquer um.
Mas, afinal parece que há solução e que se encontra dentro de nós próprios. Medite, escute música, acalme um pouco a sua mente e logo perceberá o que terá que abrandar na sua vida para voltar a desfrutar de um belo e merecido sono. Se a situação se complicar aconselho a psicoterapia para a ajudar a descobrir esses complicados pensamentos que lhe afetam a sua qualidade de sono.

Beijinhos sonolentos!

Isa do blogue viverossonhos3

Autoria e outros dados (tags, etc)


Cérebro quântico

por Viver os Sonhos, em 11.07.13

Onde você focalizar sua atenção, você formará conexões.
Os neurónios comunicam-se entre si através de um tipo de sinalização eletroquímica. Essa sinalização exige que as ações dos íons individuais - sódio, potássio, e cálcio - fluam por canais que são, em seu ponto mais estreito, somente um pouco maior do que a largura de um único íon. Se você tiver uma noção básica de física quântica e newtoniana, percebe que o cérebro é um ambiente quântico e portanto está sujeito a todas as leis surpreendentes da mecânica quântica. Na mecânica quântica, a pergunta que  faz a si próprio em relação aquilo que observa influencia a resposta que terá. O mesmo ocorre com o cérebro. As perguntas que você faz ao seu cérebro afetam significativamente a qualidade das novas conexões que serão formadas, e alteram profundamente os padrões e tempo das conexões que o cérebro cria a cada fracção de segundo. Agora, substitua a frase "a pergunta que faz" pelo conceito de "atenção" e terá o enunciado "onde você focalizar sua atenção, formará conexões". Focalize sua atenção em algo novo e formará novas conexões. Temos comprovativos disso através de estudos de neuroplasticidade, onde a atenção focalizada possui um papel crucial na criação de mudanças físicas no cérebro.

Uma lei importante e validade na mecânica quântica chamada de "Efeito Zenão Quântico" é a chave para entendermos como a atenção concentrada pode reprogramar o cérebro. O Efeito Zenão Quântico foi descrito há 30 anos e é estudada desde então. Um exemplo clássico do efeito é que a observação rápida e repetida de uma molécula manterá a mesma em um estado estável. Há uma diminuição na velocidade de flutuação que a molécula demonstra quando não está sendo observada constantemente. Este é um princípio básico da física quântica - a velocidade da observação tem efeitos mensuráveis sobre o fenómeno em observação. O Efeito Zenão Quântico para aplicação neurocientífica determina que a ação mental de focalizar a atenção estabiliza os circuitos cerebrais associados com o que está sendo focado. Se você prestar atenção num certo conjunto de conexões cerebrais, isso manterá este circuito estável, aberto e dinamicamente vivo, permitindo que ele eventualmente se torne parte das conexões permanentes do cérebro.

As conexões que temos, ou seja, os  nossos mapas mentais, influenciam intensamente a realidade que enxergamos, mais do que os próprios estímulos. O efeito placebo é um exemplo clássico disto. Quando as pessoas sabem que acabaram de receber um analgésico, elas sentem uma redução intensa e sistemática da dor, apesar de, na realidade, terem recebido uma substancia completamente inócua, uma pílula de açúcar. Estudos abrangentes realizados pelo Dr. Donald Price da Universidade da Flórida mostraram que a responsável pela mudança na percepção da dor é a expectativa mental do alívio da dor, e que os centros de dor nos níveis cerebrais mais profundos mostram mudanças sistemáticas. Consistentes com essas mudanças. Em suma, a expectativa mental por si mesma altera profundamente o modo como o cérebro responde à dor. O Dr. Price esta atualmente realizando um trabalho para demonstrar que o Efeito Zenão Quântico explica estas conclusões. A expectativa mental de alívio da dor leva a pessoa a focalizar constantemente sua atenção na experiência de alivio da dor, ativando os circuitos cerebrais responsáveis pelo alivio da dor, e causando uma redução na própria sensação de dor. Em linguagem simples: O que esperamos é o que vivenciamos.

A densidade de atenção descreve o quanto de atenção prestamos ou o numero de observações que fazemos durante um período especifico. De forma mais simples, quanto mais focalizados estamos, quanto mais de perto observamos, maior é a densidade de atenção. É o termo que descreve nosso foco e concentração mental. Este conceito é tão importante em termos de física quântica porque é a densidade de atenção que produzo Efeito Zenão Quântico, e é ela que faz com que o circuito cerebral fique no seu lugar de um maneira dinamicamente estável. Com densidade de atenção suficiente, os pensamentos e ações mentais do individuo tornam-se parte de quem somos, parte de como nosso cérebro funciona. E portanto, desempenham um importante papel na maneira como percebemos o mundo. Em outras palavras, o poder está no foco. Aquilo onde escolhemos colocar a nossa atenção muda o nosso cérebro e muda a maneira como vemos e interagimos com o mundo.

 Texto baseado nos estudos de Jeffrey Schwartz 
 
 
Já alguma vez tinha pensado nisto? Espantoso, certo?
Deixe a sua opinião, o que sabe e pensa sobre o assunto.

Beijinhos neuronais!

Isa do blogue viver os sonhos3

Autoria e outros dados (tags, etc)


Estados alterados de consciência

por Viver os Sonhos, em 15.04.13
Os estados de consciência mais usuais seriam os de vigília e sono. Todavia, distinguem-se dois estados alterações que expressam um estado psicocerebral variável, de acordo com as sensações mentais, emocionais e subconscientes de cada pessoa. Estas mudanças de estado estão diretamente relacionadas com a atividade elétrica do cérebro. Esta atividade mede-se pelo número de oscilações por segundo (hertz), ou estados elevados de consciência, é a correspondência entre as ondas cerebrais, emitidas por um electroencefalograma - funcionamento quimicoelétrico -, e os diferentes estados alterados de consciência.
Assimtemos:
Estado Beta: de 13 a 30 ciclos por segundo. Níveis de consciência comuns aos estados de vigília, ação, concentração, alerta, trabalho e recetividade a estímulos externos.
Estado Alpha: de 8 a 12 ciclos por segundo. Estados de relaxamento, abstração, tranquilidade, sugestionabilidade, libertação dos sentimentos do corpo, assimilação do estudo e equilíbrio emocional. Facilidade para a construção de imagens mentais.
Estado  Theta: de 3,5 a 7 ciclos por segundo. Atividade criativa, genialidade, aparição de imagens hipnagógicas, rememmorização de recordações passadas, afloração do subconsciente, recolha sensorial completa, melhoramento da capacidade memorística.
Estado Delta: de 0,3 a 3 ciclos por segundo. Inconsciência e sono profundo, "sonambulismo". 
Em níveis altos, superiores a 28 ciclos por segundo, recebem o nome de ondas Gamma e expressam estados patológicos de máxima tensão, excitação, alto grau de stress e ansiedade.
Todos nós entramos em transe naturalmente todos os dias, quer seja através de sonhos, no local de trabalho ou mesmo enquanto conduzimos. Estes estados de transe são detetados pela atenção que se fixa num único foco. 

Alberto Lopes, O Sentido da Vida

Beijinhos conscientes! 
Isa

Autoria e outros dados (tags, etc)


Cérebro funcional no coração!

por Viver os Sonhos, em 04.02.13

O segredo da vida está no coração

 E o que isso tem de novidade? Perguntam vocês?
Assistam a este pequeno vídeo (cerca de 8 min.) e percebam muitas ideias inovadoras e revolucionárias para a ciência e para a forma como nos vemos como seres humanos. Realça-se a ideia que muita da informação que recebemos é enviada primeiro para o coração e, este por sua vez, envia depois para o cérebro, que depois o envia para o corpo. O coração tem um cérebro funcional. Mostra também que temos um sistema eletrónico energético. Vale a pena assistir!

Trecho do documentário The Living Matrix, que aborda o que novas pesquisas têm demonstrado sobre o papel do coração no corpo humano e descreve uma experiência chamada eletrofisiologia da intuição - o coração e Eletrofisiologia.

 

Beijinhos do coração!
ISA

Autoria e outros dados (tags, etc)


Mais sobre mim

foto do autor





Like it!




Mensagens


Subscrever feeds